quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Existe um...

Existe um vulcão semi-adormecido,
à espera de ser docemente despertado.
Existe um modesto ninho abandonado,
à espera de ser novamente povoado.
Existe um órfão num berço esquecido,
à espera de ser brevemente adoptado.
Existe um demónio numa alma instalado,
à espera de ser para sempre exorcizado.
Existe um anjo numa asa gravemente ferido,
à espera de ser milagrosamente curado.
Existe um sonho cada vez mais enfraquecido,
à espera de ser noite e dia alimentado.
Existe um coração semi-arrefecido,
à espera de ser ardentemente aconchegado.
Existe um beijo agridoce algures guardado,
à espera de ser loucamente compartilhado.
Existe um silêncio escuro camuflado,
à espera de ser descoberto e aniquilado.
Existe um incontrolável desejo reprimido,
à espera de ser finalmente emancipado.
Existe um destino escrupulosamente traçado,
à espera de ser levianamente ignorado.
Existe um pedido de socorro no ar lançado,
à espera de ser quiçá por alguém escutado.
Existe um solitário coração na multidão perdido,
à espera de ser apaixonadamente resgatado.
Há um louco poeta pelo éter do amor embriagado,
à espera de ser pelos seus ridículos textos desculpado...




Amândio Soares (apollo11)

1 comentários:

Lucia disse...

Boa Noite

MUITO BONITA SUA PAGINA
adorei demais vem seu poema em
video.
espero que Marcella faça mais com seus poemas, linda poesias vc tem.

vou sempre da uma olha aqui

ate +++
Lucia
leonitaleonel@bol.com.br

Postar um comentário