terça-feira, 25 de maio de 2010

Á Espera que o SILÊNCIO...Fale







EVERYBODY HURTS | Musicians Available





Diálogo contigo… cada vez mais!
Conversas sérias ou até mesmo banais
Peço-te algumas vezes a tua opinião
Sobre temas como… a minha grande paixão

Se eu deva ou não…
Alimentar de cego amor… este meu coração
Se eu deva ou não…eternamente esperar
Por quem… o meu coração continua a palpitar

Confesso-te todos os meus segredos
E todos os mistérios… dos seus enredos
Revivo contigo fortes e antigas emoções
Partilho contigo também… algumas desilusões

Falo-te do meu tão longínquo e obstinado sonho
E o porquê… deste meu sorriso tristonho
Resultante de uma linda mas… interrompida viagem
Devido a uma cruel e tão estúpida sabotagem

Que a vida contra ela inexplicavelmente perpetrou
E que muito de mim quiçá… para sempre levou
Para tão longe de tudo e mesmo… até de mim
Restando a ilusão que nela nunca existiu um precoce fim

Questiono-te o porquê das mil e uma injustiças da vida
E da sua por vezes… implícita barbárie nela contida
Justifico-te a razão das lágrimas que rolam sob meu rosto
Oriundas da minha talvez… perpétua submissão ao desgosto

Mas… até hoje eu de ti… ainda nada escutei
Mas quero que tu…SILÊNCIO…saibas que eu jamais desistirei
De um audível murmúrio vir um dia… de ti a escutar
Nem que para isso a voz de outrem tu… tenhas de vir a entoar!




“A Saudade não mata mas… sempre que ela aparece o nosso ânimo naturalmente que esmorece. Resta-nos talvez, encontrar a fórmula ideal de com a mesma conviver sem que a saudade, não nos venha constantemente a fragilizar a nossa tão vital esperança!” (apollo_onze)





Escrito em Antwerp (Bélgica)

Em 22/05/10

Postado em Barbezieux (França)

Imagem By Net (Google)

Musica By R.E.M
In EVERYBODY HURTS

5 comentários:

Carla Ferreira disse...

Que lindo tio :D
És sem duvida um grande poeta :)

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Está realmente espectacular este teu novo texto mas... para mim prefiro aqueles em que tu exprimes os teus sentimentos sempre tão apaixonantes isto porque, até sei, que quando escreves textos como este, aquele bichinho chamado tristeza anda a fazer das suas nessa tua cabeça. E não será demais repetir-te que aguas passadas não movem moinhos e no fim de contas, a lua não está assim tão distante da terra como tu imaginas tanto mais, que ela até já foi visitada por um ser humano e foi a tua velhinha nave espacial Apollo 11 que lá o levou ou já te esqueces-te? Rsrsr.

Beijinhos cheios de energia positiva para ti grande poeta e querido amigo não desanimes nunca ok!

Ana Liza

Chica disse...

Lindos e tristonhos, saudosos,teus versos!Tua linda interação já está por lá, anexei ao texto.Obrigado!abração,chica

VASCODAGAMA disse...

AMEI...MARAVILHOSO
Obrigada pelo comentário no m/blog

Me conta teus segredos
Me ama com paixão
Me deixa ser o ninho
O ninho de teu coração
Coração ardente
Por vezes ausente
Bastante carente
Ansioso por me beijar
E eu me vou deixar amar
A vida é um sonho
Que todos podemos realizar
Corre atrás deles
Não os deixes escapar
Antes que a vida
Num pequeno sopro
Te faça voar
Voar sem asas
Como o pensamento
Que tudo nos dá
Mas não te esqueças
De perdoar e amar
Para que a FELICIDADE
Possa voltar....................
----------------------------------


Eu sei que vou voltar

Postar um comentário