sábado, 10 de janeiro de 2009

O Hino dos Amantes da Ilusão

Somos amantes
Da cega ilusão
Somos vapores fumegantes
De um quimérico vulcão

Somos amantes
Perdidos na paixão
Somos eternos viajantes
Do universo da imaginação

Amamos em segredo
Evitando a decepção
Amamos com medo
Que nos matem a ilusão

Somos amantes
Amamos com devoção
Somos crentes
Da eterna e pura paixão

Amamos em pensamento
Enganando o coração
Amamos em dueto
Só em nossa imaginação

Somos amantes
Apaixonados na solidão
Somos almas errantes
Perdidas na multidão

Somos amantes
Da pura inspiração
Somos poetas itinerantes
Num éden em forma de coração































Amândio Soares (apollo11)

1 comentários:

Olhos de Mel disse...

Oie meu amigo indo, fiquei encantada com sua poesia. Perfeita em detalhes. Assim também penso.
Adorei conhecer seu blog e tudo por aqui é muito bonito.
Bom fim de semana!
Beijos

Postar um comentário