quarta-feira, 4 de março de 2009




















Sopra vento louco!
Sopra de raiva estúpida…
Deixa de ser um inofensivo vento siroco
E transforma-te… em tempestade suicida
Devasta-me esse impenetrável e sombrio matagal
Que prepotentemente, te ousa desafiar noite e dia
Sonegando-te a passagem dessa tua… majestosa ventania
Condicionando assim, a natureza de uma tão pura rebeldia
Ao transformar dia após dia, esse teu imponente vendaval
Em uma submissa… brisa desvanecida
Sopra vento louco!
Por favor… não desistas nunca de soprar
Pois olha que o tempo… nunca é pouco
Pela nossa liberdade ou… felicidade deixar de lutar!



Dedicado com muito carinho, a uma ilustre e querida amiga de além-mar.

Amândio Soares (apollo11)

2 comentários:

Olhos de mel disse...

Lindo meu doce amigo! Que esse vento sopre e leve tudo de bom que a vida oferece...
Boa semana! Beijos

Olhos de mel disse...

Querido amigo, pensei já ter comentado aqui, mas vejo que não. Mas existem momentos, que precisamos disso mesmo. Mas que os bons ventos soprem bem de mansinho e transformem os percalços em caminhos cheios de carinho...
Beijos

Postar um comentário