quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Hoje não sei...










Hoje não sei…

Se entrarás;

Sem à minha porta tu… bateres

Sem a luz tu… sequer acenderes

Se diante de mim tu… te desnudarás

E sob a ténue luz do luar tu…

Incondicionalmente a mim te renderás.


Hoje não sei…

Se a tua pele de mel, eu… irei provar

Se nos teus húmidos lábios de fresa

Esta louca sede de paixão eu… vá saciar.


Hoje não sei…

Se a noite se alongará ou… não.

Entre extasiados gemidos de desenfreado prazer

Ou… entre queixumes abafados do meu coração

Pelo seu cego desejo em amar uma verdadeira paixão

E que no seu tão desconsolado bater

Irá questionar-me até ao dia nascer

Se é hoje que, a nossa tão desejada deusa Vénus

Nos irá finalmente surpreender?

Mas temo que uma vez mais terei de assim lhe responder:

- Hoje… talvez ela ainda não nos venha visitar

Quiçá amanhã ela… nos queira aos dois por fim aparecer!


Hoje não sei…

Se o que aqui escrevo é o eco do meu aleatório sonhar

Ou se é apenas… o efeito febril de um louco desejo de amar

Que me “obriga” de quando em vez, em nome de alguém

A minha “pura nudez sentimental” ao mundo mostrar…


Amo-te! E tu?


Imagem by net Google
A.Soares (apollo_onze)

4 comentários:

Chica disse...

Muito lindo e inspirado! beijos e um Feliz e lindo Natal!chica

Lice Soares disse...

Belíssimo, poeta! Aplausos para ti.
Feliz Natal!

emilia soares disse...

Sempre a sonhar, contas-nos o amor em forma incondicional, soberbo.
Beijocas

Anônimo disse...

E sempre que tu "despes" esses teus lindos e puros sentimentos, existem certos olhos (principalmente femininos) que ficam sem dúvida alguma, deslumbrados e emocionados, com os tão apaixonados e ardentes segredos do teu maravilhoso coração.
É por essa razão que eu, não consigo estar muito tempo, sem essa tua apaixonante "nudez sentimental", espreitar e com ela, com toda a minha sinceridade tantas vezes me emocionar.

Maravilhoso simplesmente!

Beijos muito emocionados... Boas Festas!

Tua incondicional amiga Lisa.

Postar um comentário