terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Amar-te poderia ser...




Amar-te poderia ser…

Eu, teu nome, a cada minuto poder dizer.

Ver o teu belo e doce sorriso

desde o teu bem-disposto acordar

até ao teu tão sereno adormecer.

Amar-te poderia ser…

No teu sonho eu poder penetrar

para nesse teu misterioso paraíso

eu… teu único arco-íris ser!

Amar-te poderia ser…

Em constante delírio viver.

E a cada dia com mil carinhos

teu rutilante coração preencher.

Amar-te poderia ser…

De teus doces e húmidos beijos

dessa tua melífera boca, eu sempre poder provar

e em autênticos remoinhos de vento

nossos desenfreados e infinitos desejos

a todo instante conseguir transformar!

Amar-te poderia ser…

Por ti… nunca ter de sofrer.

Sempre que eu, despedisse-me de ti

uma única lágrima, nunca ter de verter.

Amar-te poderia ser…

Tudo isto eu na realidade viver

Sem que estas minhas delirantes palavras

Eu… jamais ter… de continuar a escrever.


***************************


“O amor é como um sonho. Nasce sem querer alojando-se de imediato, no nosso coração até ele, deixar de para sempre bater”. (apollo_onze)



Imagem by net (Google)

A.Soares (apollo_onze)


7 comentários:

Chica disse...

Ninguém gostaria de sofrer por amar...Lindo! abraços,tudo de bom,chica

Sarauny disse...

Amar...é viver neste redemoinho...
É sentir este gostinho...
É sorrir mesmo sosinho...

Amei este teu lindo poema amigo poeta!

Desejo que viva este amor!

Beijos ternos!

Sarauny

Rosa D Saron disse...

Meu doce amigo Amândio...

Este sentimento que em ti mora,habita o teu ser amado,que bem sei nunca será esquecido...
Na verdade nunca queremos sofrer por amor...mas as vezes ele chega e parte sem que o conseguimos agarrar...
Mas amar é esse sentimento que lindamente descreves...esta saudade que chega e não parte...porque na verdade não queremos que ela se vá...para que o coração não viva na secura e sem vida!

Sabes...amei este poema como sempre feito de forma sentida e cheio de ternura!

Beijos carinhosos a ti e aos teus!
De sua amiga,
Rosa

ETERNA APAIXONADA disse...

Muito me emocionou!...
Tenha um Feliz Ano 2010!

Tentei deixar comentário em teu outro blog, mas não conseguiisti... ( e insisti...)

Deixo aqui:

Neste blog nenhum comentário poderá ser desfavorável, pois pelas duas postagens, já mostrou a que veio! Parabéns! Muito sensível e lindo o que escreve!
Já estou a seguir, para retornar...
Tenha um Feliz Ano 2010 com muita saúde, alegria, amor e inspiracão!
Deixo um abraço do lado de cá do mar... E que tenhas um final de semana perfeito!

Maria de Fátima Mussato ( FatinhaMussato) disse...

Amândio, amigo querido!

Amei este teu novo poema!
Como todos os que escreves, está pleno dos sentimentos e das emoções sagradas do amor!
Ame, meu querido e transforme teu amor em poesia... Sempre!

Beijinhos em seu coração, amigo/irmão!

Fatinha.

Lice Soares disse...

O que poderei eu ainda dizer, diante do teu lirismo, a nos arrastar para o mais profundo da beleza existente?
Sempre lindos os teus versos, meu amigo poeta.
Beijo-te o coração.

Crys disse...

Lindo seu poema...bjs

Postar um comentário