segunda-feira, 26 de abril de 2010

Não sou eu...






Me Cuesta Tanto Olvidarte | Music Codes



Não sou eu…
Quando… aos deuses do amor imensas vezes exclamo
para intercederem a favor de uma linda e sincera paixão.
Quando… noite e dia, outras tantas, eu também reclamo
para que alguém, atenue a dor, deste dilacerado coração

Não sou eu…
Que… aos mais requintados sonhos adora se render
para neles, alguém tão especial, poder de verdade amar.
Que… das correntes do passado teima não se desprender
Receando que o futuro, igual paixão não lhe venha a dar

Não sou eu…
Que… no embalamento da lua costuma tão feliz adormecer
acreditando nos teus acolhedores braços estar a ser embalado.
Que… aos matinais raios de sol, costumo meus beijos oferecer
julgando teus ardentes lábios eu, estar-te na realidade beijando

Não sou eu…
Aquele… que um dia, o teu lindo rosto nos céus irá desenhar
com densas e púrpuras nuvens, que irão brotar deste meu peito.
Aquele… que lindas palavras de amor te irá sempre sussurrar
a cada teu acordar, a cada teu adormecer, no teu íntimo leito

Não sou eu…
Que… em mim, um há muito, adormecido vulcão tenta despertar
para as suas ardentes brasas de infindável paixão teu corpo incendiar.
Que… um leito de pétalas de rosas perfumadas, tem-te reservado
para nele, convulsivamente nos amarmos, por tempo indeterminado

Não sou eu…

O simplório poeta… por uma bela musa perdidamente apaixonado
escrevendo suas prosas e versos com uma obsoleta pena de pavão.
O tal poeta… em tempos, por essa musa definitivamente enfeitiçado
e que a mesma, que acabará por vir a ser a sua fatal perdição

Não sou eu…

A alma errante… deambulando pelo árido deserto da solidão
procurando esperançosamente, um verdadeiro sinal de ti, amor.
A alma despojada… procurando lutar contra à estúpida resignação
tentando recuperar fragmentos do passado, seja a que preço for

Não sou eu…
Que penso, digo, ou… escrevo estas sentidas e desalinhadas palavras.
E não sou porque… na verdade, ao ter que reler cada uma delas
irão abrir-se diante de mim, algumas idílicas mas, tão íngremes janelas
as quais eu…infelizmente, não conseguirei saltar para o interior delas!

“Amar é… ter tudo e nada ter ao mesmo tempo. É… cegamente acreditar, que o nada pode quiçá, vir a ser tudo… a qualquer momento.” (apollo_onze)




Escrito em:

Villerbon (França) a 25/4/10
Postado em:
Barbeziuex (França)

Imagem by net (Google)

Musica by Mecano - Me Cuesta Tanto Olvidarte

A-Soares (apollo-onze)

4 comentários:

Chica disse...

Sempre bem inspirado,Apollo! Lindo! uma semana bem linda e legal pra ti!abração,chica

Anne Lieri disse...

Apollo.muito linda sua poesia!Um espetáculo de paixão e sentimentos em explosão!Abraços,

Anônimo disse...

Não sou eu que vou escrever as seguintes palavras mas sim, o meu siderado coração: Querido amigo Soares nos já longos anos em que nos conhecemos, eu nunca imaginei que por detrás de uma personalidade tão vincada envolta toda ela numa forte timidez, como foi sempre a tua, estivesse alguém tão romântico e apaixonado. Eu em pura verdade nunca conheci pessoalmente um homem assim como tu, meu lindo e romântico cavaleiro errante cavalgando desenfreadamente por montanhas, vales e bosques à procura da sua perdida e enfeitiçadora musa. Ai..ai... um destes dias ainda te faço um feitiço também rsrsrsr.

Parabéns por este teu texto, ele está todo carregado de uma intensa carga de amor e ardente paixão. E por muito que nós pensemos que conhecemos todas as virtudes dos nossos amigos, isso não é verdade e a prova cabal disso aqui está passados quase vinte anos de uma sincera e linda amizade.

Muitos beijinhos envoltos em alguns suspiros de rendição as apaixonantes qualidades desse teu tão lindo coração.

Até breve...
Ana Liza

Flávio Miguel Mota Pereira disse...

homem que ama tanto é maluco, porém a maluqueira tem perdão.lol.
sinceramente saiu-me mas o certo é que, sendo viajante de longo curso ou não para Portugal mandas sempre cada viajem que nos leva a pensar quanto saido da casca andas por esse mundo fora. Parabéns, está lindo, romântico, tocante, sensibilizador.
meu amigo, a sofia dentro de uns dias terá uma coisa para te mostrar minha, ela já a viu mas queria e vou vos ofereçer um para os dois (livro).
acho que tenho algo lá para te mostrar e vais gostar mesmo

Postar um comentário