quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Chamas de paixão

 













Quando pela primeira vez...
incendiaste o meu coração
com aquela tua...
tão intensa e sedutora chuva de fogo
nunca acreditastes que ele jamais...
deixaria de lavrar gigantescas chamas paixão
por ti!

Nunca acreditaste que a intensidade...
do nosso primeiro beijo viesse alguma vez
A prolongar-se por uma eternidade 
ora em sonho ora... em pura mas escassa realidade.

Talvez tu... não tenhas dado conta
que ao desafiares-me para jogar
aquele inesquecível jogo do amor
tu rapidamente o irias ganhar
pois a tua chuva de fogo de paixão
Era de tal forma tão irresistível 
que eu... deixei-me queimar por ele
e assim tu venceste-me tão facilmente 
tornado-me num feliz derrotado
num... teu submisso escravo apaixonado!


Hoje tu... talvez devas saber
porque eu... não consigo-te esquecer
porque... quer tu queiras ou não
a chamas do meu apaixonado coração
por ti... continuam noite e dia a arder
e embora elas sejam invisíveis
mesmo assim... eu até sei que tu... 
sentes o calor das mesmas
em todas as palavras que eu...
tão solenemente por ti escrevo.
Porque afinal de contas... quem incendiou
de facto pela primeira vez...
com uma linda e intensa chuva de fogo 
o meu árido e ressequido coração...
foste tu...
minha purpura e rutilante nuvem de paixão!



A Ti... Deusa da minha incandescente e tão infindável paixão... wherever you are!






Escrito em Copenhaga (Greve) 29-6-11 
Music by "Adele in - Set Fire to The Rain"
Photo by "Google"

apollo_onze@

4 comentários:

Vanessa ੴ disse...

Saudade de ti e também do teu carinho... como estás?
E que belíssimo post criaste, repleto de fogo!
A paixão é bem assim, devastadora como um incêndio na seca floresta.
Continue a encantar-nos!
Grande beijo

Anônimo disse...

Humm! Parece que a estátua da "Pequena Sereia" de Copenhaga inspirou-te mesmo!
Deves-me um jantar pois acertei na maravilhosa musica da "Adele" que tu escolhes-te para adornares estes este tão ardente texto. És o máximo gosto muito de tudo que tu escreves!

Um grande e porque não? ardente e doce beijo nesse tão lindo e apaixonado coração!

Tua mais fiel admiradora A.L

Call me please...

Anônimo disse...

Obrigada!!!!!!!!!!!!!!! esta lindo, BEIJO quente como a chuva da tua paixão.

FatinhaMussato disse...

Boa noite, Amândio, querido amigo/irmão!

Belo e ardente poema de amor...
Tão cálido como o fogo que o alimenta!

Beijinhos ternurentos e saudosos da amiga para sempre,

Fatinha.

Postar um comentário