domingo, 24 de maio de 2009

Quero ser...

Quero ser sol de verão
Ser raio de pura sedução
Ser o puro vício de paixão
Ser uma estrela em forma de coração

Quero ser o silêncio da escuridão
Ser o templo de meditação
Ser a palavra da reconciliação
Ser amizade sem condição

Quero ser onda sem arrebentação
Ser relâmpago sem trovão
Ser tornado sem destruição
Ser nuvem negra sem precipitação

Quero ser arma sem munição
Ser a bandeira da rendição
Ser um pacífico guerreiro de salvação
Ser cravo branco da próxima revolução

Quero ser um aperto de mão
Ser contrato sem rescisão
Ser elo de uma eterna união
Ser a verdade sem contradição

Quero ser um romance de ficção
Ser o sonho da minha própria ilusão
Ser um conto amoroso de perdição
Ser o beijo fumegante de um afável dragão.




Publicado no site: O Melhor da Web em 24/05/2009
Código do Texto: 27477
Amândio Soares (apollo-onze)

3 comentários:

Lice Soares disse...

O poeta pode ser tudo, nos versos que escreve. Até mesmo "o beijo fumegante de um temível dragão".Mas hoje estou aqui não apenas para, mais uma vez, parabenizar-te,porém, para agradecer-te as visitas ao meu blog e o carinho, sempre expresso, nos teus comentários.Obrigada poeta. Beijos do Brasil, para ti.

***AMOR E MEL*** disse...

Caríssimo poeta Apollo!!!
Venho parabenizar-te por mais uma obra.
Fiquei imensamente feliz por deixares o link para que eu pudesse te encontrar.

Poema magnífico, inda mais com um beijo de dragão e tudo. É isto aí meu querido, a pena de um poeta, tem nos dedos as rédeas que a conduzem onde manda o seu coração a sua alma apaixonada ou dependendo da ocasião.

Então meu querido não amarre a tua pena em palanque ou regra alguma, segue a brisa do teu pensamento que sempre te conduziu a belíssimos poemas.

Parabéns nobre poeta , livre, leve e solto!!!
Grande abraço e beijo carinhoso.
***RosaMel***

Ao Sabor da Poesia disse...

Oi meu querido amigo

Fiquei feliz que tenha passado no meu Blog e
deixado o perfume de tuas mãos, a ele, segui
e cá estou a sentir a fragrância de sua poesia
que tem cheiro de jasmim exalando por cada
verso tão lindos desta terna e doce poesia..
linda ...

Beijinhos no coração

Postar um comentário