segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Deusa do fogo Lilás


Cada teu… tão rutilante olhar

Cada teu… tão radiante sorriso

Cada teu… tão melodioso falar

Cada teu… tão sedutor caminhar

Cada teu… tão exuberante gesticular…

Tão semelhantes aos movimentos de uma cândida mariposa

Naquele seu tão exímio e fascinante, bailado de improviso

Soltando seus lindos efeitos no florido palco, do meu coração

Que bate ao ritmo de cada beijo suave, que tu, nele vais dando.

E eu, sempre que assim… te vejo

O meu coração em fogosa loucura se desfaz

Num forte e prolongado estrupido de desejo

Numa onda gigantesca de avidez, para te amar

Num romântico e lítico sentido de paixão por ti

Que só o teu estreme e apetecível coração, o consegue sustentar.

E por muito que eu, continue essa tua tão irresistível beleza admirar

Esta minha enorme sofreguidão apaixonante, jamais se satisfaz.

É por esta razão que eu… tantas vezes…

Dá-me ganas de raptar esse teu, tão estreme e apetecível coração

E ao meu tão inconsolável desejo, eu para sempre, o aprisionar!

Ganas de… o tempo eu, para sempre, poder imobilizar

Para eternamente eu assim, tão perdidamente te idolatrar.

Ganas de… na mais das cintilantes estrelas, eu te transformar

Para este meu errante coração, através dela ele, sempre se guiar.

Dá-me ganas de… chegar ao pé de ti, e em voz alta dizer:

Amo-te! Tanto, tanto, que… este meu tão apaixonado coração

Só de pensar em ti… começa louca e desesperadamente a palpitar

Tal qual uma bomba relógio, prestes a qualquer momento, arrebentar

Uma bomba… que eu te imploro, para neste momento tu, a desarmar!

Mas… neste preciso e solitário instante…

Apenas e só… eu, poderei fechar os meus olhos e em silêncio dizer:

Amo-te! Tanto, tanto, minha Utópica (ou não) imaculada deusa do fogo lilás!

Sim! Dizê-lo em silêncio, porque talvez, só ele, melhor que ninguém

Sabe que tu… para mim, assim o és e assim, tu… para sempre o serás!



“Enquanto existirem sonhos por realizar e enormes ganas de querer a cada dia feliz viver

Jamais deixemos de acreditar que na vida, quase tudo, se pode na realidade obter.”

(apollo-onze)



Escrito a 26/09/2009

Em Limoges (França)

Imagem by Net


A.Soares (apollo-onze)



6 comentários:

Anônimo disse...

Bem... realmente do belo só a pura beleza se consegue extrair
e só de um tão romântico e apaixonado coração estas tão lindas palavras poderiam surgir.
Tu... meu querido amigo Soares, sempre igual a ti próprio, e feliz da mulher que já tenha partilhado,
ou partilhe, ou mesmo que venha um dia vir a partilhar esse teu tão cristalino e romântico coração.
Posso inscrever-me na tua quase de certeza imensa lista de pretendentes? Eheheh...

Olha eu tenho que naturalmente pedir-te desculpas por só ao fim de tantos meses, eu este teu tão maravilhoso "cantinho"
só recentemente o ter visitado. Mas como tu sabes, eu nunca fui lá grande adepta de poesia, mas muito honestamente tenho de confessar-te que depois da minha primeira visita a este tão teu lindo e apaixonante blogue, eu a partir daí, comecei inexplicavelmente entusiasmar-me por este tão fantástico mundo da poesia. E se há um verdadeiro "culpado" para este tão repentino interesse,ele chama-se naturalmente apollo-onze ou seja, tu meu querido amigo Soares, isto porque, quem no teu Lindo "cantinho" entrar dificilmente não ficará viciado pela tua tão linda e extraordinária forma de escrever.
Fico-te portanto muito grata por uma vez mais teres partilhado comigo algo de tão positivo
aliás, quem tua verdadeira amiga(o) for, só coisas lindas e positivas de ti pode na certeza esperar.

Um grande beijinho com carinho para ti, querido poeta Soares, desta tua sempre dedicada amiga. A.L.

Menina do Rio disse...

Momentos assim se eternizam na memória...

Obrigada pelo convite pra ver teu blog.
Fica com um beijo deste lado do mar

sogueira disse...

Soares seu blog está maravilhoso os textos de uma sensibilidade poética excelente. Quanto ao meu texto sobre amigo pode usá-lo é, um prazer imenso. Beijos poéticos. Sonia (sogueira)

Chá das Cinco disse...

Obrigada pelos elogios, não os vejo como desrespeito,ao contrário de muitas mulheres, sei receber carinhos sem imaginar um duplo sentido,me senti valorizada e reconhecida.
Você destacou uma qualidade que gosto muito em mim, a minha coragem de enfrentar a vida.
Não me preocupo com as críticas,não tenho medo delas, já tracei um modo de vida e sigo,a minha postura deinate das pessoas é sempre um comportamento justo e dentro da ética moral e espiritual.
Sei que o meu estilo é ousado,mas gosto de aproveitar o lado bom da sensualidade,mas sem ultrapassar a linha tênue que nos separa da vulgaridade.O quase erótico me fascina,mas claro que quando eu não estiver mais na idade de exteriorizar este lado,vou molda-lo a minha realidade.Já está chegando a hora rs

Gostei da tua posição,você reconhece as atitudes ruins de alguns homens, espero que você cultive no coração as poucas qualidades que nós mulheres esperamos encontrar nos homens: a fidelidade,a proteção e o companheirismo.
Gostei das tuas palavras e do teu carinho,deixo aqui a minha admiração pela tua sinceridade e pela forma que me abordas, muito gentil.
Um abraço amigo
Gemária Sampaio

REGGINA MOON disse...

Querido Amigo,

Fico muito feliz que tenha feito voce sentir-se menos cansado de um de seus dias...que fosse apenas por cinco minutos, já me sentiria recompensada...o mesmo senti ao ler o seu comentário.Muito obrigada por sua visita, venha sempre, sua visita muito me alegra e honra!

Um beijo e tenha uma ótima noite!

Reggina Moon

Rosa D Saron disse...

Amândio meu doce amigo,

Como posso eu comentar tão linda obra?
Por breves instantes viajei neste sonho...na verdade,li e reli,bebi e sorvi,letra por letra para poder entender este teu lindo e sonhador coração...
Visualizar-te por dentro é um grande desafio,é como querer subir a montanha descalça,ou atravessar um grande e profundo rio...
Mas consegui fazer tudo isto para encontrar o sentido dos teus sonhos e sentimentos aqui deixados nesta linda poesia...
Posso eu dizer...mas não vá se irritar comigo...que desnudei tua alma e coração neste poetar que revela o seu "eu" o que sinto de ti...deixaste aqui sentimentos que afloram do teu corpo,do coração,mas deixaste também a esencia de sua linda alma revestida de sonhos belos que ultrapassa o universso de sentimentos,do sentir,do querer,do amar...
Aqui lhe aplaudo mais uma vez pelos sonhos que tão lindamente com teus amigos repartem,pois eles chegam assim de tão longe e aquece,cria vida,e sonhos em outros corações...
Amo-te pelo que és...esse homem que ama sonhar e que exponhem-os de maneira doce e suave,com tanta sedução e ternura na forma de amar...
Rsrsrs...bom deixe-me ir sim...senão outra vez serei criticada...
Mas deixo aqui o meu carinho de uma cincera amiga que muito te gosta e que se encontra do outro lado do Mar...

Beijos doces!
Rosa D Saron

Postar um comentário